segunda-feira, junho 20, 2005

bardamerda prós cigarros

Um destes dias irrito-me a sério e deixo mesmo de fumar.
Não, não é por razões de saúde. É que estou farto desta cabrãozada de merda que vive à custa de enganar os outros.

Eu explico:
Fumo Português Suave azul com filtro. Apenas por razões económicas. Porque é o mais barato. Mas a porra destes cigarros são a maior merda que anda aí.
Para começar, fazem uma fumarada do caraças. Cigarro que se preze, depois de aceso e pousado no cinzeiro, fica a deitar uma suave coluna de fumo. É o normal.
Mas estes abusam. Parecem um incêndio num pinhal ou a chaminé do complexo de Sines. E isso é deveras desagradável. Depois, como se não bastasse, sabem mal como a merda.
Não acredito em teorias da conspiração, mas a verdade é que suspeito que os gajos da tabaqueira andam à noite por aí a recolher móveis velhos que as pessoas deitam para o lixo. Móveis que eles levam para a fábrica, desmontam e trituram aquela madeira toda e misturam-na com o tabaco para confeccionarem a marca. Porquê esta suspeita? Porque os cigarros cheiram e sabem a madeira envernizada queimada...

Ora pagar o balúrdio que custa o maço, 2.40 €, para fumar madeira e verniz, PUTA QUE OS PARIU !

domingo, junho 19, 2005

viagem

Conforme o tempo vai passando, sinto aproximar-se o dia da minha pobre e atormentada alma e do meu estafado e martirizado corpo partirem em viagem.
Uma viagem que, sei-o, devo fazer, mas cujo termo desconheço.
Partir, sim... mas para onde e com que fito?

quinta-feira, junho 16, 2005

lembrete.

ADIAFA !

Amanhã, às 22 h., no PICADEIRO, Jardim Municipal de Oeiras, os ADIAFA !

quarta-feira, junho 01, 2005

NÃO!

NAO, NÃO e NÃO !!!

p.s. (post scriptum para o PS & Cia): com vaselina godofredo, NÃO é preciso meter o dedo!