sábado, outubro 28, 2006

apicula

.
Damos continuidade ao plano integrado de divulgação dos pequenos bugs que de quando em vez aparecem neste scriptorium, talvez para fazerem um pouco de companhia ao solitário cattu (Felis silvestris catus), plano este que começou com uma siphonaptera AQUI e passou por estes bugs AQUI .

Eis a imagem duma apicula (Apis mellifera), capturada no chão, já fenecida, junto à porta da varanda Sul, no dia 27 de Outubro de 2006 e digitalizada em RGB a 300 dpi:




imagem: © josé antónio 2006 CLIQUE NELA PARA AMPLIAR

nota: Tenho que divulgar bugs destes, porque uso Mac e desconheço os outros...

sexta-feira, outubro 20, 2006

começou...

.
EU NÃO DISSE... !?

já começou...


imagem: © josé antónio 2006 CLIQUE NELA PARA AMPLIAR

quinta-feira, outubro 12, 2006

burgo

.
Há estórias que não se sabe como começaram e que parecem não ter fim.
Esta é uma delas:


A ela voltaremos certamente...

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

sábado, outubro 07, 2006

estava um quente dia de verão...

.

... e o prometido é devido, por isso:

Ewige Wiederkunft (1)




(1) Eterno Retorno


imagem: © josé antónio 2006 CLIQUE NELA PARA AMPLIAR

.

segunda-feira, outubro 02, 2006

sem boca...


... não se pode FALAR...

... não se pode CALAR...

... só se pode ABARDINAR... e ESPERAR... e ABARDINAR... e ESPERAR... e ABARDINAR... e ESPERAR...

ANDA, VEM !
VAMOS ABARDINAR ESTA BANDALHEIRA ENQUANTO ESPERAMOS !!


n.b.: Um grão de areia a mais numa praia não faz qualquer diferença. Um grão de areia no sapato debaixo do calcanhar pode fazer cair o governo...

imagem: © josé antónio 2006 CLIQUE NELA PARA AMPLIAR

a verdadeira estória de cnossos

Quantas vezes se nos coloca a questão de saber se as estórias que nos foram contadas e recontadas ao longo de milhares de anos correspondem efectivamente à verdade factual. Tantas...

Os nossos incansáveis investigadores foram uma vez mais, não sabem fazer outra coisa, à procura da VERDADE ESTÓRICA.
Após aturadas e prolongadas investigações, correndo, muitas vezes, perigo de vida, que esta existência de investigador de estórias é um mar que das rosas só tem os espinhos..., à custa de inúmeros sacrifícios, entre os quais se conta ter de ouvir cantar a Romana durante uma semana inteira, por mares e terras inexplorados, pelo menos por eles, finalmente transportaram até nós A VERDADEIRA ESTÓRIA DE CNOSSOS!

Aqui está ela, documentada num pergaminho do séc. V a.C.
A MINOCOW:

imagem: © josé antónio 2006 CLIQUE NELA PARA AMPLIAR