quinta-feira, outubro 12, 2006

burgo

.
Há estórias que não se sabe como começaram e que parecem não ter fim.
Esta é uma delas:


A ela voltaremos certamente...

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

8 comentários:

Sulista disse...

pois é Amigo, e esta estória,
não tem fim ou um «happy end»...

Crítica forte, desenho ainda mais angustiante...Boa!

Bjs
Bonnie of South
;-)

José António disse...

Hi Bonnie of South !

É isso mesmo... é uma never ending story...

Não podemos nem devemos desistir, nem que seja para sermos apenas vítimas da chacota...

Clyde JAZZZZZZZétó d'Oeiras

bjs,

Sulista disse...

Desistir??

Never, friend of mine!!

Bjs pó
Clyde JAZZZZZZZétó d'Oeiras
;-)

José António disse...

YEAH !!!

bjs,

Isabel Magalhães disse...

_____________________ chega-lhes que bem precisam. e merecem!


aguardo novos capítulos.

bjsssssssssss coloridos.
I.

José António disse...

Olá Isabel,

Ai merecem, merecem...

Novos capítulos, é já a seguir!
É que é já a seguir, antes que acabem com nós todos de vez... ;)

"Comem-nos a carne, roam-nos os ossos."

bjs,

Eduardo Leal disse...

Curioso... muito curioso.

Gostei de andar por este blog...

como tudo pode começar por um murro... hihi

José António disse...

Caro Eduardo Leal,

Grato pela visita. Ainda bem que lhe agradou.

Essa do 'murro' é que me deixa desconcertado... :-0

Volte sempre!

Abraço,