sábado, abril 21, 2007

o peripatético de Pallet

.

Hoje é dia de efeméride. Lembremos alguém que morreu, faz hoje 865 anos, e que fez um GRANDE sacrifício em nome do Amor... vá-se lá perceber porquê.
Enfim, coitado do ABELARDO (1079- 1142).
Mas também quem é que o mandou apaixonar-se loucamente por Eloísa, a jovem (e pelos vistos jeitosa) sobrinha do raivoso e vingativo Fulberto, cónego de Nossa Senhora de Paris !?
Oiçamos o goliardo:

Ou est la tres sage Helloïs
Pour qui fut chastré et puis moyne
Pierre Esbaillart a Saint Denys?
Pour son amour ot ceste essoyne.
Mais ou sont les neiges d'antan?


[Onde está a sensata Heloísa / Por quem foi castrado e depois monge / Pedro Abelardo em S. Dionísio? / Por amor dela teve esta desgraça. / Mas onde estão as neves d'antanho?]


É dura, a vida de filósofo, pois... :)


imagem: Google.
.

6 comentários:

Isabel Magalhães disse...

Pois... 'Coitado do Abelardo'!



(Para o que te havia de dar!) eheheheheh!

José António disse...

,

Olá Isabel,

"Para o que te havia de dar"

É que tenho uma certa empatia por este filósofo.
Também eu muitas vezes me sinto um 'filósofo castrado e monge'... eheh

bjs

.

Isabel Magalhães disse...

Bom... segui o link e fiquei mais rica de conhecimentos. Eu sempre e apenas vi o 'Abelardo' como metade de um par amoroso.

E ainda dizem que aqui não se aprende nada! :)


abração.
I.

José António disse...

.

Olá Isabel,

"E ainda dizem que aqui não se aprende nada! :)"

Vai do querer, vai do querer... :)

bjs

.

Isabel Magalhães disse...

Zé;

......... pois vai! Até há quem queira 'à força' ser engenheiro! :)

*** I.

José António disse...

.

... pra não falar dos muitos dótôres, advogados, psicólogos, etc., etc., etc., que andam por aí.

bjs

.