terça-feira, agosto 09, 2005

chuva em dia de verão



Foi uma sensação particularmente agradável e doce, quando cheguei ao scriptorium domesticus e olhei pela janela e a vi.
A porta entreaberta fazia entrar uma brisa fresca que acariciou o meu corpo nú.
A fotografia mostra o olhar que lancei para a rua.
Ela lá estava, a cair não muito forte, pouco mais que um chuveirito, sensual e a saber-se desejada.

Adoro a chuva em dia de verão!

6 comentários:

Sara MM disse...

Eu adoro o cheiro que a chuva de verao deixa no ar!!!
BJs (directamente do Quebec p S.D.Rana)

José António disse...

Olá Sara.
Obrigado pela visita.

Em primeiro lugar, parece que a estadia tem sido boa (fui.. fui cuscar o teu blog :) ).

Respondendo aos 3 comentários:

1. É verdade. O cheiro da chuva, para mim p.ex. quando ela começa após o verão, é das coisas que mais me impressiona. Aquele fantástico odor a terra molhada é magnífico e dum erotismo impressionante. Ainda hei-de escrever sobre o assunto umas linhas.

2. O meu Mac é um G4 QS tower a 800 mhz. Já tem uns anitos mas é uma boa máquina. Uso Macs há uns 14 ou 15 anos, estou satisfeito e não quero outra coisa. Saúdo sempre as decisões de comprar Macs. São um pouco mais caros mas é uma boa ideia. Os actuais portáteis, p.ex., são de sonho.

3. Não foi tão bom assim... Na minha opiniao foi mesmo mau. Seja como for, sou da opinião que é importante a rotação, sobretudo com pessoas mais novas e com novas ideias. Acho que não devia ser permitido que alguém pudesse voltar a ocupar um cargo que já tivesse ocupado no passado.

Bjs de Oeiras para o Quebec (via S. D. Rana) e continuaçao de boa estadia e bom regresso.

Isabel Magalhães disse...

A tão desejada chuva...

Nunca em tempo de verão a desejamos tanto, como recompensa da que não tivemos no inverno. Mas a que caiu foi pouquissima; lavou do pó os arbustos, as calçadas e pouco mais. No entanto, deixou o tal cheiro a terra molhada que inunda os sentidos.

Um []

José António disse...

Olá Isabel, seja bem aparecida!

É bem verdade. Tenho-o repetido diversas vezes, que o que precisávamos mesmo era que chovesse torrencialmente durante uma semana...
Iríamos ter alguns problemas (inundações, jardins danificados, sargetas entupidas, etc.) mas isso seria recompensado pela abundância de água nas barragens e albufeiras, e para a produção de energia.
Mas acredito que "não há mal que sempre dure, nem bem que não se acabe", e esta seca não vai durar eternamente.
No entretanto vou alimentando o meu espírito com estes pequenos prazeres.

[]

LUA DE LOBOS disse...

é um cheiro a terra molhada que nos inunda e que é tão revigorante e que nos deixa meio nas nuvens:)
abençoada.

José António disse...

Olá lua de lobos!

É mesmo. Chega a ser indescritível o conjunto de sensações e emoções em mim provocado pela chuva, sobretudo em tempo de seca.

[]