quinta-feira, novembro 03, 2005

a feromona do tremoço


O homem, displicentemente sentado a uma mesa da esplanada, aguardou calmamente que o jovem moço brasuca atendedor de clientes ocasionais se dignasse prestar-lhe atenção. Passado pouco o maninho de terras de vera cruz aproximou-se da mesa e inquiriu o homem. Este, sem sequer levantar os olhos do tampo de madeira à sua frente, pediu apenas e só uma cerveja sem álcool, como tantas vezes fizera ao longo dos últimos anos. O magriço empregado era um tipo despachado e não demorou a trazer a dita, acompanhada... de um magnífico pires de tremoços, amarelinhos!
O vento parou o sopro outonal, as ondas do mar congelaram num sussurro espumoso, a terra imobilizou-se na frieza intemporal.
A questão emergiu bruta nos espíritos surpreendidos de todos e ficou suspensa no ar:
— Como soubera o empregado que o homem gostava de tremoços, se este não os havera pedido?

A resposta nasceu simples. Rasgou-se visível e óbvia. A lógica da mais pura ciência falou e disse que o empregado captara a FEROMONA DO TREMOÇO.

Tal como existem nas pessoas as feromonas que dão sinais sexuais, que transmitem desejos, intenções e vontades, mais ou menos confessáveis e confessadas, existe também a do tremoço que funciona subliminarmente como um almíscar. Esta feromona é resultado de se comer muitos tremoços ao longo da vida. A feromona acumula-se nas nossas células, concretamente nas mitocôndrias, e é exalada através da transpiração em momentos em que a sua acção química é solicitada. Qualquer animal sensível a ela, nomeadamente os empregados de mesa brasucas, subconscientemente detecta o seu sinal e percebe de imediato que aquela pessoa é um aniquilador de tremoços.
N.B.: São conhecidos casos de empregados de mesa que desenvolveram estranhas neuroses fóbicas, de tendência suicida, motivadas pela compulsão de servir tremoços a clientes que não os pediram.

5 comentários:

Vera Cymbron disse...

Lindo, lindo! Bolas, morri de rir...
Obrigada, tá delicioso!
Jinhos

José António disse...

Olá Vera.

Ainda bem que gostaste.
Também... tive quase 1 semana para pensar no texto!

Então e essas fotos? Estou em pulgas para as ver.

Bjs,

LUA DE LOBOS disse...

ESQUEC I-ME MAS VOU JÁ FALAR NO SINDROME DO TREMOÇO

José António disse...

Olá Maria,

fico em pulgas para ler a prosa! :)

bjs,

Anónimo disse...

Your website has a useful information for beginners like me.
»