sábado, novembro 26, 2005

iluminações natalícias...


nota: este post está no meu blog Olharapo. Foi feito para ele mas... apeteceu-me colocá-lo também aqui!

Há vários dias que ela está ali e nunca a vi acesa a iluminar o local. A primeira coisa que me veio à cabeça quando a vi foi que alguém substituira uma lâmpada fluorescente ali por perto e não se dera ao trabalho de colocar a fundida no lixo, preferindo abandoná-la, perigosamente, a um canto. As coisas que eu imagino! Sou mesmo maquiavélico!

Mas entretanto comecei a raciocinar procurando fazê-lo com lógica, bom senso e sem preconceitos, afugentando do meu espírito qualquer eflúvio maldoso. E cheguei a uma dedução diferente. Deveras diferente.

Talvez em boa verdade se trate de uma nóvel, e económica, modalidade de iluminação natalícia que consista em espalhar ao acaso lâmpadas presumivelmente fundidas pelos passeios e ter a esperança, e sobretudo a fé, de que um milagre as acenda ao anoitecer, iluminando primorosa e maravilhosamente o nosso Concelho, enchendo o ar de doçura cálida e reconfortante.

Vou ficar à espera do anoitecer e ter muita, muita, muita fé para assistir a esse espectáculo maravilhoso que vai ser aquela lâmpada acender e iluminar a noite fria e aquecer os nossos depauperados corações. Já me parece ouvir ao longe o tilintar dos sinos e o drapejar das asas dos anjos! HOSSANA!

p.s.: valerá a pena falar de toxicidade e de civismo?

fotografia: © josé antónio 2005
local: estacionamento do Pingo Doce de Sassoeiros / escada de acesso à Torre Soleil.
data: 23 NOV 2005, 15:11

(clique na foto para ampliar)

3 comentários:

LUA DE LOBOS disse...

Obrigada pelas tua palavras no meu blog ... sempre às ordens para tudo o que precisares.
Tenho só... quatro Amigas a passarem por este pesadelo... se quiserem repassar a mensagem e a foto, será uma cadeia que se irá formar:)
Bem hajam.
Maria de São Pedro

Sara MM disse...

pois... ao contrário do que possa parecer.. no natal não vale tudo!!!
e não é por caridades pontuais que alguma coisa muda! Lá continuarão os moedinhas e a srªque está mtas vezes a chorar à porta desse pingo doce!

José António disse...

Olá Sara.

Há tanto para fazer, não é !?

bjs,